FacebookLinkedInTwitter

O Arte Fora do Sítio nasceu há 10 anos sob a alçada da Câmara Municipal de Matosinhos e, ao longo dos anos cresceu e afirmou-se.
Mas o que é o Arte Fora do Sítio?

destaque-01

Para perceber o conceito, imaginem vários espetáculos. Dança num salão, teatro num auditório, música num palco, poesia num café… Agora esqueçam tudo! O que define este projeto é a sua irreverência. Todos os anos o público é presenteado, de forma inesperada e interativa, com todas estas formas de arte e muitas mais. O espaço enche-se de inconformismo, onde a cada passo há algo de novo. Já todos ouvimos um músico a tocar, mas quando isso acontece num telhado é algo a ter em atenção! Esta é a essência do projeto, a descontextualização da arte, desafiando os artistas a sair da zona de conforto, quebrando preconceitos a cada passo. Há lugar para tudo! Cultura, artes plásticas e performativas, workshops e desportos radicais são alguns exemplos do que se encontra no projeto. Em 2014 houve ainda o concurso de bandas “Matosinhos Rock Challenge” que deu ao vencedor uma viagem a Londres. Outro ponto alto foi o “Group Hug”, o maior abraço coletivo que Matosinhos já viu.
O Highline é uma estreia absoluta na paisagem de Matosinhos
10498643_10152337101309290_2317016096532446652_o
081
Alma é um dos artistas urbanos no evento.

Facebook Arte Fora do Sítio

A expetativa para a edição deste ano é alta. Dias 18, 19 e 20 de setembro, no Jardim Basílio Teles em Matosinhos, a animação será constante. Os criativos da “Idio tMag” abraçaram o conceito e serão parceiros da organização.

Street art ao vivo, Highline, Slackline, showcase de motas e bicicletas vintage, música, dança e artes performativas, são algumas das novidades que vão estar bem presentes este ano!
Matosinhos, setembro e já sabem… o único perigo de aparecer é mesmo tropeçar na arte!