Em Matosinhos termina mais um dia de trabalho.
As engrenagens das máquinas precisavam de descanso.
Lentamente foram parando, até o óleo secar, a ferrugem se instalar, os telhados ruírem e só as paredes ficarem.
Sucumbida a indústria, a fábrica foi esquecida.
Tornou-se um imbróglio, um fardo a carregar pelo olhar de quem passa.

Print
Print do DESENLATA por Godmess

Hoje, cansaram-se de descansar.
Das ruínas nascem novas culturas, novas possibilidades, novos desafios.
Nesta segunda vaga ao revés do mar acontece a segunda edição do Desenlata – Festival de Arte Independente de Matosinhos – com ânsia de revivalismo dos espaços, das pessoas e da indústria.

Em Setembro, cria-se um circuito de arte ao ar livre, longe e à revelia daqueles que nos representam, deixando de ser ilegais para ser independentes.
Desenlatam-se lugares esmorecidos na memória, prontos a consumir pela efervescência de artistas urbanos locais, nacionais e estrangeiros.

Aumenta-se o desejo pela cidade, pela sua história e identidade, a urbe mais do que apetecível, torna-se inspiradora.

insta_pub-01

Aqui vão mais informações:

Data: 3 e 4 de Setembro

Local: Circuito de arte urbana disperso por Matosinhos Sul

Artistas: Costah, Asno (Chei Krew), Draw, Dub, El Edu (Espanha), Guerrilla SPAM (Itália), JBC (França), Kram (Espanha), Mariana PTKS e Mesk

Curadoria e organização: mynameisnotSEM

Design: Godmess

Programa: Street Art Tours: Sábado, 3 de Setembro, 14h; Domingo, 4 de Setembro, 16h.

Tema: Mar e Horizonte

Workshop2
Workshop com as crianças de Matosinhos
Tshirt1
T-shirt “MTS”
PauloBOZ
Trabalho de Paulo “BOZ”
TomasG
Trabalho de Paulo G.

Segue todas as novidades e atualizações no Facebook oficial do Desenlata, aqui!