Tag archive for homosexual

História de uma ministra em três atos

História de uma ministra em três atos

I) O governo que a bola de cristal do ilustre mago da Constituição, mui seu presidente Aníbal Cavaco Silva, lhe ditou a bem da salvação do país do iminente papão comunista – o que naturalmente há-de ter acontecido numa bafienta atmosfera dos tempos em que…

Continue reading →

O nosso Amor, o Negócio de Merkel

O nosso Amor, o Negócio de Merkel

“I don’t want discrimination and [I want] equality, but I make a difference at some point”, esclarece Angela Merkel numa entrevista online a Florian Mundt Ora bem, o que é que a senhora Merkel diz sobre o casamento homossexual? O cosmos fica em pontas de…

Continue reading →

Escrever nas Margens II – LGBT+, Maus Hábitos

Escrever nas Margens II – LGBT+, Maus Hábitos

Segunda edição do colóquio Escrever nas Margens subordinada ao tema «LGBT+». Ao longo do mês de maio, apresentaremos comunicações, performances, exposições e instalações. Contaremos também com parcerias: Idiot Mag (“Queer Street”, street art com artistas convidados), milímetro (sessões de cinema, “Morrer como um homem” e…

Continue reading →

LGBT+ // Maio Maduro Idaho

LGBT+ // Maio Maduro Idaho

Homo’geneo é uma nova rubrica desta casa digital, dedicada às questões e às pessoas LGBT – lésbicas, gays, bissexuais e transgénero (e a todas as simpatizantes). Terá como mote trazer à luz (do ecrã) o arco-íris de diversidade camuflado atrás do tradicional e daltónico cinzento…

Continue reading →

LGBT+: PINK BUDAPEST

LGBT+: PINK BUDAPEST

A IdiotMag aproveitou os descontos fajutos de Verão e decidiu embalar a trouxa e viajar até… Budapeste! A capital da Hungria, palco de histórias sangrentas e de ditaduras violentas (nazis e comunistas) ao longo do último século, tornou-se agora uma cidade vibrante, repleta de surpresas…

Continue reading →

LGBT + : STONE WALL

LGBT + : STONE WALL

Há exatamente 43 anos, nesse quente junho de 1969, um colorido bando de proscritos fazia história. Na ressaca dos movimentos pelas liberdades civis e de todas as emancipações: do black power ao feminismo radical, passando pela revolução sexual e o clamor pela auto-determinação da juventude,…

Continue reading →