capa_02
pg1_02
pg2_02
pg3_02
pg4_02
pg5_02
pg6_02

Idiot Mag #02

Na edição #02 da Idiot Mag, a capa ficou a cargo do nosso design studio. Fazemos um breve ponto de situação dos desenvolvimentos na politica Grega e as consequências que tais mudanças podem ter na economia europeia. Exploramos o significado de ser criador na era digital e da realidade de ser um atleta – mesmo que reconhecido mundialmente – no panorama desportista nacional. No LGBT+ o propósito é a liberdade, que curiosamente, é o que falta no artigo seguinte, onde Sócarates é o galo da capoeira. Temos ainda espaço para falar sobre igualdade, nerdiness e os habituais artigos de música, cinema e 4 novos projetos empreendedores. “Fevereiro quente, traz o diabo no ventre.”

Artista de Capa | Redator: Tiago Moura

Idiotas: Como Comunicar À Idiota

«Manter uma empresa é difícil, bem sabemos, as burocracias são infinitas, mas isso não nos assusta. Queremos fazer mais e melhor. Queremos contribuir para a comunidade e ter um papel social ativo onde todos têm espaço para participar» afirmam João Cabral e Nuno Dias quando questionados sobre o que os motiva a enveredar por tantas áreas criativas em simultâneo. Os esforços dos dois jovens empreendedores parecem, de algum modo, notáveis, quando consideramos o trabalho desenvolvido só com a idiot mag (agora no seu terceiro número, em versão impressa). Porém, quando equacionamos os diferentes projetos desenvolvidos, no resto das suas aventuras empresariais, o espírito de iniciativa e desejo de edificar sobre uma ideia torna-se, no mínimo, louvável.

ATUALIDADE

Atualidade | Oh Meu Zeus!

A relação entre Israel e a Palestina sempre foi marcada por muitas divergências, mas a situação piorou em junho último, após a morte de três jovens israelitas que foram raptados na Cisjordânia. O governo de Israel acusou o Hamas (organização radical palestiniana que não reconhece a existência do estado de Israel e que tem o controlo da faixa de Gaza) pelas mortes e como retaliação, o exército israelita matou seis membros do Hamas. Em resposta, o grupo radical atacou os grandes centros populacionais de Israel, começando assim os bombardeamentos contra a região.
Redator: Ana Luisa Carvalho

Atualidade | Download

O que significa ser criador na era do Instagram, do Youtube e do Tumblr? Na era digital, passamos a classificar a importância e valor de um artista pelo número de seguidores que tem no Facebook ao invés de parar para analisar a sua obra.
Redator: Tiago Moura

CULTURA

Cultura | Discurso de Uma Pessoa

Estávamos em 1849 quando a ativista e defensora dos direitos das mulheres lucretia mott afirma, no seu “Discourse on Woman”, que o discurso e a liberdade de expressão devem ser uma arma essencial na guerra pela qual regeu a sua vida. O precedente do discurso feminista como essencial à luta por este ideal foi estabelecido. Dois anos depois, ernestine l. Rose, feminista ativista, reconhece a essencialidade da liberdade nesta epopeia, numa época em que a opressão parecia revoltar-se, o divino e o sagrado começam a ser questionados e a visão sobre os assuntos de género e raça entram em tumulto. Para ela, a humanidade não reconhece nenhuma virtuosidade no género, não há distinção de sexo na morte, não existem barreiras de diferenciação para a mulher ou para o homem no que concerne à dor, à felicidade, à miséria e à bondade. O nascimento dos seres humanos é involuntário, tal como a raça e o género ou a condição social.
Redator: Ana Margarida Meira

Cinema | Fantasporto 2015

O Fantasporto esteve de volta de 27 de fevereiro a 8 de março no Teatro Rivoli e trouxe consigo uma programação repleta de cinema do fantástico e de terror tal como habituou o seu público ao longo de 35 anos. Além das suas escolhas habituais e do programa de filmes escolares que incorpora no seu horário – este ano, no espaço que costuma dedicar à retrospectiva, o Fantas optou por Orson Welles.
Redator: Ricardo Branco

Fotografia | La Fouinographe

Da idílica Suíça, Aline Fournier traz-nos melancólicos registos das suas viagens pelo mundo. Fotografias da sua imaginação inquieta e selvagem curiosidade.

INTERVENÇÃO

Techné | Desporto

Neste momento, enquanto organizo os últimos pontos deste texto, Francisco Tamagnini encontra-se na Tailândia a participar no mundial da WMO (World Muay Thai Organization). O nome do atleta (e mesmo do desporto) devia ser mais familiar, uma vez que estamos a falar de um jovem português que conquistou um campeonato mundial, em praga, no ano passado. Na verdade, durante a competição realizada na capital da República Checa, Portugal conquistou 5 medalhas de ouro, 7 medalhas prata e ainda 4 Medalhas de bronze. Porém, e apesar de um total de 16 medalhas, os nomes da comitiva nacional serão, com grande probabilidade, estranhos.
Redator: Tiago Moura

LGBT+ | Escrever nas Margens

Já que estamos em abril, aproveito este espaço para divulgar um outro projeto que ocupa um lugar especial na minha vida e no meu coração: o colóquio Escrever nas Margens. Pensado como uma série de encontros que visam suscitar o debate acerca de temáticas marginais/ marginalizadas na sociedade portuguesa terá, na sua segunda edição, o mote «lgbt+».
Redator: Carolina Hardcandy

LGBT+ | A Propósito da Liberdade

O mês de abril sempre chega (ou deve chegar) de uma forma diferente dos restantes. Em Portugal, depois de décadas de repressão e ditadura, abril é sinónimo de celebração da liberdade, surgindo como tempo para pensarmos nas opressões a que continuamos a estar sujeitos. Mesmo numa sociedade que se pretende democrática e cuja constituição supostamente promove valores de igualdade entre todos os cidadãos – lembremos o artigo 13º, onde podemos ler que “ninguém pode ser privilegiado, beneficiado, prejudicado, privado de qualquer direito ou isento de qualquer dever em razão de ascendência, sexo, raça, língua, território de origem, religião, convicções políticas ou ideológicas, instrução, situação económica, condição social ou orientação sexual”–, as manifestações de preconceito e discriminação continuam a ser múltiplas e diárias.
Redator: Carolina Hardcandy

Intervenção | Sócrates, O Galo

José Sócrates! Eis um nome que a história fará o favor de guardar preventivamente nas suas páginas e com muita razão.
Não será bom esquecer, futuramente, que houve um Sócrates, filósofo de Vilar de Maçada, que governou tão bem um país que o deixou a bater na bancarrota, chamando, assim, mais cedo, da Manta Rota, um pequeno ditador com nome de mamífero lagomorfo – isto não se faz, e só por isso quero agradecer, a quem de direito, o facto de nele ter votado, pois revela desde já toda uma competência pontifícia para o voto.
Redator: Rui de Noronha Ozorio

Provoc’arte | Querido Portugal

Tenho 35 anos de vida e sempre te vi sem ela, ou, no mínimo, com a vida ligada a um conta-gotas de soro fisiológico para não desidratares de vez. Quando fizeste aquele 25 de abril em 1974, juraste que ias deixar de usar aquele perfume bafiento que usaste durante décadas, mas ao que sinto e cheiro, pelos vistos, apenas compraste o genérico, com o mesmo cheiro activo, mas com uma embalagem mais moderna e com cores mais europeias. Isto tudo para te dizer que cheiras mal!, Que não é assim que vais conquistar esta tua gente que para aqui anda, sem trabalho e sem muito para fazer.
Redator: Rui de Noronha Ozorio

TENDÊNCIAS

Tendências | Querida Nerdiness

Entre as ruas de Santa Catarina e do Bonjardim está a crescer um movimento peculiar, assombrado por figuras míticas, habitado por veteranos de várias batalhas históricas, alicerçado em dados com várias faces e diversas peças de jogos de tabuleiro, trajado com as vibrantes cores do anime, manga e BD.
Redator: Nuno Di Rosso

Música | Volta Forte

O Festival Forte destaca-se pela irreverência do alinhamento musical. Em 2014 o alinhamento foi pautado por um cartaz sólido no contexto da música electrónica contemporânea. Em 2015, o festival volta a apostar forte, e apresenta um cartaz poderoso e irreverente.
Redator: Irina Sales Grade

Discos

3 Ep’s do mundo da electrónica escolhidos a dedo por Nuno Di Rosso.

Redator: Nuno Di Rosso

Projetos

Redator: Ana Catarina Ramalho
A idiot tem um novo espaço para ti. Vamos dar-te a conhecer novos projetos de empreendedorismo e inovação de jovens artistas do norte a sul do país.

Enviar Projeto

CONTRIBUIRAM PARA ESTA EDIÇÃO

Aline Fournier, Ana Catarina Ramalho, Ana Luísa Carvalho, Ana Margarida Meira, Ana Pouzada, Carolina Hardcandy, Horta do Rosário, Irina Sales Grade, João Cabral, Lígia Claro, Mariana Vaz, Nuno Di Rosso, Nuno Dias , Ricardo Branco, Rui de Noronha Ozorio, Telmo Moura, Tiago Moura, Tiago Sousa, Tish